Resumo – Culto de Oração 06/04/2016

RESUMO DO CULTO DE ORAÇÃO – 06/04/2016

TEXTO BASE: Ex. 32.11-35 – O LEGADO DE MOISÉS

Diante de uma sentença condenatória em razão do pecado da idolatria cometido pelo povo de Israel (v.10), na qual o Senhor disse que a sua ira consumiria todo o povo corrompido, Moisés corajosamente dialoga com Deus, intercedendo por eles (v. 11-13).

O que nos chama a atenção é a resposta de Deus a Moisés, uma vez que no versículo 14 vemos que Deus se “arrepende” do que iria fazer contra o povo de Israel. Esse termo “arrepender-se” é um antropomorfismo, ou seja, uma tentativa de expressar a verdade a cerca de Deus por meio de analogias humanas (uma figura de linguagem que atribui aspectos humanos a Deus), uma vez que Deus é imutável e não pode se arrepender.

Na verdade, Deus usou Moisés para interceder pelo povo, já que ele tinha intimidade profunda ao ponto de dialogar ousadamente com o Senhor. Diante desse fato, vemos como estamos aquém do que Deus quer conosco quanto a ter um relacionamento profundo com Ele, assim como Moisés tinha.

Deus sempre toma a iniciativa quanto à intimidade entre Ele e nós. Você está satisfeito com o relacionamento que tens com Ele hoje? Você está satisfeito com sua vida cristã?

O que a intimidade com Deus pode nos proporcionar? O respaldo da intercessão de Moisés mudou o destino de destruição daquele povo idólatra. Somente com uma vida consagrada, de obediência, de renuncias das nossas vontades, busca intensa da face do Senhor pode nos assegurar essa intimidade profunda com Ele.

Quantas coisas seriam poupadas e situações seriam mudadas se tivéssemos profunda intimidade com Deus. Uma nação inteira foi abençoada pela vida de um só homem que possuia tal intimidade com o Senhor, a exemplo também de Neemias que tinha tamanha intimidade com o Senhor que se propôs a reconstruir Jerusalém.

Será que não é isso que está nos faltando hoje? Atualmente vivemos em relacionamentos superficiais. Deus constrói a história da humanidade com base na intimidade com homens, a exemplo de Moisés e Neemias.

As experiências que Moisés teve com Deus estão disponíveis para nós hoje, uma vez que Deus é imutável; é o mesmo ontem, hoje e sempre. Nossa carência hoje é de homens e mulheres íntimos do Senhor.

Quando se fala em intimidade há implicação na prioridade que damos ao relacionamento. Em Moisés havia um entendimento de seriedade desse relacionamento com Deus. Todavia, hoje nos relacionamos com Deus de forma meramente religiosa, egoísta, interesseira e metódica.

Quais os benefícios que temos quando temos intimidade com Deus? Destacamos apenas 02 benefícios, como exemplos:

1º) seremos privilegiados: Deus se revela e nos revela coisas extraordinárias. Deus tem segredos que somente revela aos seus íntimos. Em Amós 3:7 diz: “Certamente o Senhor Deus não fará coisa alguma, sem ter revelado o seu segredo aos seus servos, os profetas.”

2º) seremos influências de bem na vida dos que estarão ao nosso redor. Daniel foi reconhecido como alguém que tinha o Espírito de excelência (ele em certa ocasião além de interpretar um sonho, teve que dizer qual era esse sonho). Qual referência incide sobre nós?

Somente vamos experimentar o que verdadeiramente Deus tem para nós se tivermos intimidade com Ele, decorrente de uma total entrega da nossa vida e do nosso ser a Ele.A glória de Deus é vista na vida daqueles que são seus íntimos: a face de Moisés resplandeceu depois de um período que ele passou na presença do Senhor.

Ter intimidade com o Senhor não nos isenta de termos dificuldades nessa vida. Entretanto, Deus nos dará sabedoria e força para superá-las. Quanto mais próximos de Deus, mais o desejamos e quanto mais longe de Deus, menos o queremos.

No texto podemos observar que Moisés era zeloso com a obra e o nome do Senhor e com o seu povo. Em Ex. 40.16 verificamos que Moisés tinha um coração submisso à vontade de Deus, pois fazia o que Deus queria e da forma que Ele determinava.

Moisés deixou um legado de intimidade com Deus; um legado para cumprirmos os propósitos de Deus em nossa vida. Qual o legado você deixará?
Pregação: Pastor Hélio Damasceno
Texto: Wannah Fernanda

“Portanto dele, por Ele e para Ele são todas as coisas. A Ele seja a glória perpetuamente! Amém.” Romanos 11:36

Publicar um comentário